quarta-feira, 14 de maio de 2014

Queen of Stalk ♔

Stalkear tem limites? Existem vários tipos de stalkers por aí. Aqueles que stalkeiam o namorado(a), os que stalkeiam os amigos, e por fim: os que stalkeiam as inimigas. Se você se encaixou em todos esses tipos de stalkers que eu citei (seu namorado – ou cara que tá afim, amigos, e inimigas), então sim! Você chegou no limite do stalker. Com isso, chegamos a uma resposta: stalkear tem sim seus limites!

Every breath you take, every move you make, every bond you break, every step you take, I'll be watching you!


Não vou chegar aqui e falar: “ah, não, eu nunca stalkeei ninguém na minha vida!” Óbvio que estaria mentindo, mas posso admitir com clareza que não sou a Rainha do Stalker – e me orgulho disso! Hoje, posso afirmar que se existe uma pessoa “nem aí” pra vida dos outros, essa pessoa sou eu. E não é porque sou egoísta, não sou, é mais porque eu realmente não ligo e não tenho o costume de ficar entrando muito no Facebook. Quando eu entro é geralmente pra falar com alguém no chat e ver se tem alguma notificação pra mim. Não vejo tanta graça em stalkear. Cheguei a fazer isso 1 vez, por 1 mês, e depois fiquei tão "o que eu tô fazendo?" que até deixei as redes sociais por um tempo. 

Vou te contar uma coisa: a vida das pessoas na internet é bem diferente da vida “real”. Isso porque nas redes sociais todos são lindos, estilosos, isso e aquilo. Sabe quando você conhece uma pessoa na internet e quando vê a mesma na “vida real” até se assusta? Pelo fato da pessoa ser completamente diferente do que aparentava (e não digo só de aparência física, mas também de jeito). É muito fácil ser cool na internet, né. 

Esse negócio de stalkear o namorado é uma das piores coisas – pra você e pra ele! Porque ele pode se sentir sem privacidade e você começa a ficar meio paranoica (se já não estiver, né...). Tenho certeza que a maioria das meninas que ficam stalkeando o namorado são ciumentas-pra-caralh*! E você pode jogar uma pedra na minha cabeça se eu estiver errada quanto a isso, haha. É que é muito óbvio! Uma dica: pare enquanto ainda há tempo! Como eu disse, é ruim para os dois. Você começa a procurar pelo em ovo, e ele se sente sem privacidade. Stalkear os amigos é a mesma coisa também. Tem muita gente por aí que tem ciúmes dos amigos e faz isso. Errado, galera, errado! E o pior de tudo: stalkear as inimigas! Cara, pra quê fazer isso? Pra ficar xingando? Pra rir de alguma coisa zoada dela? Sei lá, me parece ser muita maldade (mesmo vocês duas não se curtindo, sabe?) É muita perda de tempo! Você já tem que se preocupar com a sua vida, suas decisões, sua franja, seus estudos... Sei lá. 

Stalkear uma pessoa – seja ela quem for – não vai te levar a nada (só a loucura!). Então tenta parar com isso um pouco. Entrar no perfil de alguém de vez em quando, beleza, normal. Mas tornar disso um hábito diário (ou de hora em hora), é loucura!   

Dá um tempo nisso e vai gastar seu tempo com você mesmo! Se rodeie de coisas boas!!! ♡♡♡

Nenhum comentário:

Postar um comentário